Terça, 26 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Fraca preparação física dita maus resultados do Desportivo da Huíla


13 Maio de 2014 | 17h20 - Actualizado em 13 Maio de 2014 | 17h20

Lubango - O vice-presidente para o futebol do Desportivo da Huíla, Neco Amaro, afirmou hoje, terça-feira, na cidade do Lubango, que os maus resultados obtidos até agora pela equipa no campeonato nacional deveram-se às debilidades na preparação física dos atletas.


Em entrevista à Angop, quando comunicava a rescisão do contrato com o técnico Mário Soares, o dirigente disse que os atletas não estavam a ser bem preparados fisicamente e isto originou a situação em que se encontra na competição.

“Nós sempre reunimos com o técnico e fomos lhe chamando atenção sobre a causa, pois era notório que a nossa equipa estava mal treinada nos aspectos físicos e para mim é a causa dos maus resultados”, realçou o dirigente.

Para contrapor esta situação, Neco Amaro informou que a direcção do clube apresentou hoje, terça-feira, à equipa técnica provisória, liderada por Lacerda Chipongue, e aos jogadores, um novo preparador físico, de nome Tavares, licenciado em educação física, esperando que com esta atitude a equipa venha mudar de comportamento.

No campeonato, o Desportivo da Huíla ocupa a 14ª posição, com sete pontos, fruto de duas vitórias, um empate e oito derrotas.