Sexta, 27 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Open Fula homenageia percursor no Morro dos Veados


11 Outubro de 2018 | 17h20 - Actualizado em 11 Outubro de 2018 | 17h12

Torneio de Golfe no Campo dos Mangais (arquivo) Foto: Cortesia de Ana Maria Ramos

Luanda - A primeira edição do "Open Fula" em Golfe, com a participação de meia centena de jogadores, disputa-se domingo, em Luanda, a partir das 8h00, no campo do Morro dos Veados.


Em homenagem ao antigo e falecido golfista angolano Domingos Manuel Fula Cassule, a prova, organizada pelo Clube da capital do país (CGL), será jogada nas modalidades de Strokeplay Net e Stableford Net, para intervenientes da 5ª e 6ª categorias, em 18 buracos.

Uma nota da CGL, a que a Angop teve acesso, assinada pelo seu capitão Manuel Barros Pedro, refere, também, que os jogadores (A) com “handicaps” 08 ou inferior, saem nos “tees” brancos (homens) e azuis (senhoras).

Serão premiados o 1º, 2º e 3º Net, melhor Gross e 1º, 2º e 3º em Stableford Net. Inclui-se os especiais de bola mais próxima da bandeira no green do buraco seis, drive mais longo no fairway do buraco 16.

Quanto ao homenageado, Domingos Manuel Fula Cassule, falecido há seis anos, foi um exímio jogador e responsável do Clube de Golfe de Luanda.

Natural de kibaxe, na província do Bengo, o malogrado, que contava com 70 anos de idade, iniciou à prática da modalidade na década de 1960, onde venceu os torneios de Luanda e do Alto Catumbela, em Benguela.

Incentivado pelo seu patrão de origem europeia, o então director da Casa Inglesa, o angolano Domingos Manuel Fula Cassule foi um dos primeiros negros a praticar o golfe no país.                     

Depois da independência, em 1975, em parceria com Manuel Barros Pedro, continuou a competir e a incentivar outras pessoas para a prática da modalidade.