Domingo, 17 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

CAN2019: Internacional egípcio afastado por assédio


27 Junho de 2019 | 01h38 - Actualizado em 27 Junho de 2019 | 01h37

Suez (Dos enviados especiais) - O internacional egípcio Amr Warda foi afastado da selecção que participa no CAN2019, por acusação de assédio sexual feita pela internet, anunciou esta quarta-feira a Federação de Futebol daquele país.


A dispensa surge depois de várias mulheres terem divulgado mensagens que o jogador lhes enviava nas redes sociais.

A situação não é nova para o médio do Paok Salónica, que teve mesma atitude em Portugal, em 2017, quando estava para representar, a título de empréstimo, o Santa Maria da Feira.

O atleta foi descartado três dias depois de ser apresentado, tudo porque assediou mulheres de dois colegas de equipa, logo após o primeiro treino.

O Egipto conseguiu na noite de quarta-feira, antecipadamente, se qualificar para os oitavos-de-final do CAN2019, ao derrotar a RD Congo por 2-0.

Os anfitriões somam seis pontos, em primeiro no grupo A. Em segundo vem o Uganda, com quatro, e em terceiro o Zimbabwe, com um.

Os congoleses ocupam a última posição, sem pontuar.