Quarta, 02 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Administradores municipais devem racionalizar fundos públicos


12 Dezembro de 2018 | 19h53 - Actualizado em 12 Dezembro de 2018 | 19h51

Eusébio de Brito Texeira, Governador do Cuanza Sul (Arquivo) Foto: Antonio Escrivão

Sumbe - O governador provincial do Cuanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira, aconselhou hoje, quarta-feira, na cidade do Sumbe, os administradores municipais a racionalizarem os fundos públicos, com vista a implementação de projectos de combate à fome e à pobreza.


Eusébio de Brito Teixeira, que falava na abertura da 8ª sessão ordinária do Governo Provincial do Cuanza Sul, referiu que os administradores municipais devem implementar acções que visam o combate à fome e à pobreza no seio da população.

Na sua óptica, os gestores públicos devem estar mais próximos das comunidades em que estiverem inseridas, a fim de inteirarem-se das principais dificuldades que essas enfrentam.

Referiu que as acções locais devem estar focadas na melhoria da prestação de serviços públicos, estabelecendo prioridades fundamentalmente para a saúde, educação, energia e águas, agricultura, infraestruturas viárias.

Segundo afirmou, a descentralização administrativa é um processo que trará vantagens aos gestores municipais, no concernente a gestão financeira, com resolução pontual dos problemas das comunidades, bem como aumentando a eficiência dos serviços públicos.

Por outro lado, exortou aos directores de gabinetes maior engajamento na preparação das autarquias locais, previstas para 2020, pois é um grande desafio que vai precisar o esforço de todos para materialização com êxito do processo no país e na província em particular.