Quinta, 03 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Workshop recomenda partilha da informação geológica nacional


18 Junho de 2020 | 16h51 - Actualizado em 18 Junho de 2020 | 17h20

Luanda - Os participantes no workshop sobre Partilha de Informação Geológica recomendaram o reforço da interação entre as instituições do sector e as unidades académicas do ensino superior, com vista a partilha regular da informação geocientífica produzida no país.


Os participantes ao evento, realizado hoje (quinta-feira), em Luanda, recomendaram ainda uma padronização geológica no país, à semelhança do que foi definido para a Comissão de Estratigrafia de Angola (CESTRANG) e o cumprimento do estabelecido no número 2 do artigo 31, sobre propriedade da informação geológico-mineira, previsto no Código Mineiro.

O workshop recomendou igualmente a criação de uma plataforma web para os intervenientes do sector compartilharem uma base de dados que faculte a todos uma visão holística da geologia e concessões, o estabelecimento de acordos de direitos de propriedade e compensação pela cedência de informação geológica, bem como a criação de parcerias e condições tecnológicas para a materialização desta iniciativa.

Presente no acto, o secretário de Estado para o Petróleo e Gás, José Alexandre Barroso, realçou que o evento acontece num momento particular do mundo, abalado pela covid-19, que tem causado efeitos nefastos na economia do país e, em particular, nas actividades mineiras e petrolíferas.

José Barroso, que falava em representação do ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino de Azevedo, disse que este facto obriga a tomada de um conjunto de medidas pelos actores envolvidos, no sentido da optimização das actividades, visando a lucratividade das empresas, a manutenção dos empregos e a satisfação da oferta por forma a satisfazer as necessidades da indústria e da sociedade em geral.

O evento, que decorreu no Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências (ISPOTEC), foi orientado pelo secretário de Estado para os Recursos Minerais, Jânio Correia Victor, e debateu matérias relacionadas à gestão da informação geológica, sua organização, recursos técnicos e tecnologias e os constrangimentos inerentes.

Durante o workshop, que contou com 120 participantes, foram ainda apresentados temas relacionados com o Instituto Geológico do Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, da Agência Nacional de Petróleo e Gás e da Empresa Sonangol EP, por representantes das referidas empresas.

Representantes da Endiama EP, da ex-Ferrangol EP, das Faculdades de Ciências e de Engenharia também apresentaram temas sobre a partilha de informação na área geológica.