Quarta, 02 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Movicel atribui bónus de compensação a clientes


01 Outubro de 2020 | 15h12 - Actualizado em 01 Outubro de 2020 | 16h27

Aristides Safeca, Presidente do Conselho de Administração da Movicel Foto: António Escrivão

Luanda - A operadora de telefonia móvel Movicel vai atribuir, a partir de hoje (quinta-feira), um bónus de 10, 40 e 50 unidades para voz e mensagens, nos carregamentos dos clientes que aderiram ou as que venham a aderir até dia 05 deste mês aos planos Karga Leve, Karga Nice e Karga Tudo, lançados a 15 de Setembro, anunciou hoje seu presidente do conselho de administração Aristides Safeca.


Em conferência de imprensa sobre política tarifária da Movicel, no quadro da diversificação da oferta de serviços e da melhoria da qualidade, o responsável adiantou que a decisão resulta da reunião extraordinária do dia 28 de Setembro do conselho da empresa e procura corresponder aos anseios e apelos dos clientes, em relação aos planos MIX.

Deste modo, a empresa passa a partir de hoje a promover essa campanha de promoção e reajuste de preços.

“Ao longo dos últimos anos, a Movicel tem praticado os preços mais baixos do mercado, em alguns casos até 90 por cento mais acessíveis. Essa política dos preços baixos, aliada à forte desvalorização da moeda, motivou o estabelecimento do novo tarifário a 15 de Setembro, pois a conjugação destes dois factores tem afectado a sustentabilidade da emprensa, dificultado a manutenção das operações e a capacidade de investir”, esclareceu.

Realçou que só com investimentos, a Movicel poderá oferecer serviço com melhor qualidade, e assim ser um player significativo no mercado das telecomunicações em Angola, promovendo a concorrência, a inovação e a competitividade, sempre de acordo com a legislação em vigor para o sector.

No entanto, reconheceu que esta medida causou um grande choque, especialmente, por não ter optado por um impacto mais suave no consumo dos seus clientes.

“Assim, e porque queremos ir mais longe com todos aqueles que têm estado ao nosso lado, decidimos que todos aqueles que têm estado ao nosso lado, decidimos que todos os clientes Karga Leve, Karga Nice e Karga Tudo que aderiram aos novos planos lançados no dia 15 de Setembro e que se mantiveram activos, ou voltem a estar activos até ao dia 5 de Outubro, beneficiarão de um bónus de 10, 40 e 50 unidades respectivamente, na carteira de voz e mensagens com o próximo carregamento. Assim, já constatamos hoje à meia-noite que entre 15 e 30 de Setembro 112.657 clientes afectuaram carregamentos nesse três planos, mantendo-se firmes com a Movicel e serão acarinhados com o total 3.517.580 minutos de bónus”, explicou.   

Destacou que, apesar da forte desvalorização da moeda, a Movicel assegura, que os próximos ajustamentos terão sempre em conta o poder de compra dos clientes, além da necessidade de garantir os investimentos, a empregabilidade e a sustentabilidade da empresa, procurando sempre a melhoria da qualidade dos serviços com o mínimo de interrupções.

"O nosso propósito é sempre inovar, para que a Movicel continue a ser a operadora com os planos mais vantajosos e económicos de Angola"- disse.

“Gostaria de transmitir que desde as zero horas de hoje, a decisão tomada pelo conselho de administração está implementada com sucesso e acessível a todos os nossos clientes, fruto do trabalho árduo dos técnicos e especialistas desta empresa, que não pouparam esforços dia e noite para satisfazer os apelos dos nossos clientes.

A eles o conselho de administração transmite votos de profundo agradecimento. Por último gostaria de transmitir, que acabamos de decidir que todos os clientes novos que activarem os planos Karga Lave, Karga Nice e Karga Tudo entre hoje e dia 5 serão também abrangidos pelos benefícios adicionais já divulgados”, concluiu.                                                                            

A Movicel decidiu, na segunda-feira, 28, reajustar, a partir do dia 01 de Outubro, o tarifário dos planos mensais.

Após o anúncio deste reajuste, os clientes da operadora usaram as redes sociais (facebook) para manifestar-se contra o aumento dos preços do tarifário dos planos mensais, anunciado a 15 de Setembro.

Os planos Takuia e Kargas sofreram mudanças, quer nos minutos quer no preçário, no quadro do plano de transformação da empresa, que justifica a necessidade da melhoria da rede.

Actualmente quem carrega um plano por 30 dias paga10 mil kwanzas contra os 2.200, 3.900 e 7.400 kwanzas dos planos Takuia e Kargas, respectivamente.

O plano Takuia, o mais baixo e com validade de três dias, que tinha uma oferta de  30 minutos de saldo de voz para a Movicel e  10 para outras redes, passou a custar 500 kwanzas, com a redução de 20 minutos para a mesma rede e cinco para outra.

O plano Karga Leve, que custava 850 kwanzas passou para 1.500 kwanzas, por 07 dias, enquanto o Karga Nice,  que tinha o valor de  2.200 kwanzas, por 30 dias, baixou para AKz 2000.

Os planos Takuia e Kargas  sofreram mudanças  quer nos minutos quer no preçário, no quadro do plano de transformação da empresa, que justifica a necessidade da melhoria da rede.

Já o plano Karga Tudo, com valor de 3.900 kwanzas e validade de 30 dias, tinha benefícios de 750 minutos para Movicel, 80 para outras redes e 1GB de internet.

No novo tarifário, este baixou para 3.500 kwanzas, continua ser para 30 dias, com 180 minutos para a mesma rede e 15 para outra. Ainda 80 SMS para outras redes. E 650 MB de dados e mais um bónus de mil e 24 MB de dados.

O plano Karga Bwe, que tem a duração de 30 dias, disparou  de 7.400 kwanzas para 10.500 kwanzas, com 750 minutos para a mesma rede e 50 minutos para outras redes, ainda 100 SMS outras redes. Quatro minutos em chamadas internacionais, bem como 4096 MB em dados e 4096 MB de bónus em dados.

Fruto das reclamações dos clientes, a Movicel reuniu para fazer reajustamento do tarifário dos planos Karga Leve, Karga Nice e Karga Tudo, a partir do dia 01 de Outubro”, afirmou o director-geral adjunto da  Movicel, Hélquio  Vieira Dias, em declarações à Angop.

“No quadro das reclamações dos clientes, a Movicel  decidiu  fazer os ajustes para os três planos  mais consumidos”, reforçou.

Conforme o responsável, os ajustes vão abranger os  assinantes que procederam aos carregamentos com o tarifário em vigor desde 15 de Setembro deste ano.

 “A Movicel está a rever a validade  dos planos e resolver a questão dos benefícios  de cada plano”, avançou  Hélquio Vieira Dias, garantindo  que a equipa técnica trabalha na tramitação deste processo, cujo resultado será  comunicado em breve.

Infomou ainda que o ajustamento dos tarifário que entrou em vigor no dia 15 de Setembro ocorreu no âmbito de propostas apresentadas pelo Regulador Oficial.

De acordo Hélqui Dias, a Movicel encontra-se num processo de transformação e quer primar por novos investimentos para a melhoria da sua rede, com o aumento do número de clientes nas  18 províncias do país.

Avança que para garantir a qualidade e a melhoria dos serviços e manter a sustentabilidade, cujos custos operacionais e de investimento são em mais de 70 por cento em divisas, a  Movicel tem procurado estrategicamente se adaptar as condições económicas e financeiras de mercado, procurando sempre a melhoria da qualidade dos serviços com o mínimo de interrupção para os seus utentes. 

Adianta que apesar da forte desvalorização da moeda, não procedeu ao ajuste nos preços em função da flutuação cambial, mas sim em função dos investimentos que tem realizado para a melhoria da qualidade do seu sinal.

Actualmente, a telefonia conta com  cerca de dois milhões de  clientes.