Sexta, 27 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Malanje prevê colher mais de 100 mil toneladas de cereais


24 Outubro de 2020 | 16h38 - Actualizado em 24 Outubro de 2020 | 16h42

Malanje - Cento e cinquenta mil toneladas de cereais, com destaque para arroz e milho, serão colhidas durante a campanha agrícola 2020/21, em Malanje, pelos camponeses, segundo o director do Gabinete Provincial da agricultura e pescas, Carlos Chipoia.


Falando por ocasião da abertura do ano agrícola, decorrida sexta-feira na comuna do Cota, município de Calandula, o responsável disse que a nível da província foram semeados quantidades consideráveis de hectares de cereais que até 2021 serão transformados essencialmente em fuba para ser comercializada nos mercados do país, visando combater a fome e a pobreza no seio das famílias camponesas.

Precisou ser pretensão do Gabinete trabalhar com os camponeses associados em cooperativas no sentido de superar as 90 mil toneladas de cereais produzidas na campanha anterior.

Acrescentou ainda que 30 mil famílias camponesas em Malanje estão a ser apoiadas com "inputs" e sementes agrícolas pelo projecto Mosap II, com vista a erradicar à fome e à pobreza no seu seio, através do aumento da produção.

Entretanto, o governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, que procedeu a abertura da campanha agrícola, reconheceu o crescimento da produção no campo e nas hortas nos últimos tempos, tendo desafiado as administrações municipais a ajudarem os camponeses a vender os seus produtos junto dos principais empresários da província.

Defendeu para tal a necessidade de realização regular de feiras municipais de venda de produtos agrícolas, com objectivo de reforçar as políticas de escoamento e de consumo.

O governador anunciou ainda a entrega brevemente de títulos de propriedades de terras a 18 cooperativas de camponeses para a legalização e aproveitamento para fins de produção.