Sexta, 27 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Ministro zambiano da Habitação visita obras na EN100


23 Outubro de 2020 | 20h56 - Actualizado em 23 Outubro de 2020 | 20h56

Lobito - O ministro zambiano da Habitação e Desenvolvimento de Infra-estruturas, Vicente Mwala, manteve, nesta sexta-feira, contacto com o projecto de reabilitação da estrada nacional (EN100).


A estrada EN100 está dividida em seis lotes, três dos quais estão concluídos, dois em fase de execução e um que aguarda financiamento.

O governante, que esteve no Lobito por algumas horas, recebeu informações sobre a reabilitação do troço Lobito/Culango, lote 6, na província de Benguela.

De acordo com o técnico do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), José Alexandre, a reabilitação deste troço, com  uma extensão de 39 quilómetros, está avaliada em Akz 27 milhões, 513 mil e 724.

Falando à imprensa, o ministro zambiano manifestou o desejo do seu país em restaurar, o mais rapidamente, as relações comerciais e culturais com Angola.

Lembrou que o seu país está a realizar acções no plano rodoviário para alcançar a fronteira entre a Zâmbia e Angola e facilitar as transportação de mercadorias pelo CFB.

Espera que Angola trabalhe no mesmo sentido para que estas acções se tornem uma realidade.

O CFB faz parte do O Corredor do Lobito, que começa no Porto do Lobito, atravessa o território angolano em direcção ao Leste e cruza as regiões mineiras da República Democrática do Congo, na província de Katanga, e a chamada cintura do cobre na Zâmbia.

A via de carácter internacional, que liga a vizinha Namíbia através do Posto fronteiriço da Santa Clara, tem uma extensão aproximada de mil 540 quilómetros.