Quarta, 25 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Administrador do Chitato quer mais investimento no sector mineiro


29 Outubro de 2020 | 13h30 - Actualizado em 29 Outubro de 2020 | 13h29

Diamantes Foto: Pedro Parente

Dundo - O administrador municipal do Chitato, Gastão Cahata, convidou hoje, quinta-feira, os empresários angolanos e estrangeiros a investirem na circunscrição, de maneira a transformar o potencial mineiro em riqueza.


Em declarações à imprensa, a propósito do contributo do subsector dos diamantes no combate ao desemprego, Gastão Cahata informou que o município dispõe apenas de um projecto diamantífero, que emprega actualmente mais de 200 cidadãos.

“O Chitato é rico em diamantes, infelizmente esta riqueza não está a ser bem aproveitada pelos empresários nacionais e estrangeiros, porque até agora só temos uma empresa a explorar”, lamentou, assegurando que a administração local está aberta para os investidores deste sector.

Prometeu que o empresário nacional ou estrangeiro que quiser investir na região não encontrará burocracia administrativa da parte da administração municipal e nem do governo, “pelo contrário, terá as maiores facilidades desde que apresente documentos e propostas credíveis para o efeito”.

Sobre os projectos do Executivo para atrair investidores no Chitato, o administrador apontou a ampliação da barragem hidroeléctrica do Luachimo, que elevará de 8,4 para 34 megawatts (MW) a capacidade energética fornecida pela infra-estrutura.

Chitato é um dos 10 municípios da província da Lunda Norte. Tem sua sede na cidade de Dundo-Chitato, sendo o município-capital norte-lundense. Tem cerca de 150 mil habitantes e um território de 4.400 quilómetros.