Quarta, 27 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Huíla precisa de 300 novas salas de aula


12 Novembro de 2019 | 09h32 - Actualizado em 12 Novembro de 2019 | 10h36

alunos em aulas

Foto: angop



Chicomba - A província da Huíla precisa de 300 novas salas de aulas para, em 2020, inserir os 449 mil e 252 mil alunos actualmente fora do sistema de ensino


Falando no município de Chicomba, a 220 quilómetros a norte do Lubango, o governador da Huíla, Luís Nunes, disse estarem em construção 60 novas salas no quadro do Programa Integrado de Intervenção nos Municípios, que apenas vão albergar cinco mil alunos no próximo ano.

O sector da educação na província controla sete mil e 42 salas de aula, perfazendo mil 913 escolas, onde leccionam 18 mil 678 professores da iniciação ao ensino secundário.

Ao todo estudam no presente ano lectivo 773 mil e 269 alunos do ensino geral, segundo o governador Luís Nunes, no acto que marcou os 44 anos de Independência Nacional.

Segundo o governante, no próximo ano lectivo 489 novos professores serão admitidos para suportar o sistema nas novas escolas.