Domingo, 17 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Incentivo ao empreendedorismo entre as prioridades da AEUPA


18 Outubro de 2019 | 15h05 - Actualizado em 18 Outubro de 2019 | 15h05

Luanda - O incentivo ao empreendedorismo no seio dos estudantes universitários e encetar contactos com as autoridades para se contribuir na melhoria da qualidade de ensino constituem as linhas de força do novo corpo directivo da Associação dos Estudantes das Universidades Privadas de Angola ( AEUPA).


Esta posição foi manifestada hoje, sexta-feira, pelo presidente da associação, Joaquim Costa Caiombo, em declarações à imprensa no à margem da cerimónia de tomada de posse do corpo directivo.

De acordo com o responsável estudantil, uma das prioridades prende-se com a melhoria dos laboratórios para os cursos técnicos.

A questão da uniformização das propinas em todas as universidades privadas e a extensão das bolsas de estudo até ao último ano de cada curso constituem outras acções em carteira da associação.

Joaquim Caiombo esclareceu que o Instituto Nacional de Bolsas de Estudo apenas paga as bolsas internas até ao quarto ano, facto que tem criado transtornos aos estudantes com poucos recursos financeiros.

Na ocasião, manifestou preocupação por varias universidades privadas exigirem o pagamento de 400 mil kwanzas  aos estudantes finalistas, impedindo, desta forma, muitos jovens de concluírem os seus estudos.

O líder estudantil informou que durante o seu mandato irá encetar contactos com as autoridades, nomeadamente  ministério de tutela, Assembleia Nacional e Presidência da República para se encontrar uma solução que satisfaça os anseios da juventude.

Questionado sobre o incentivo ao empreendedorismo no seio dos estudantes, referiu que pretende junto das diversas universidades privadas criar condições para o surgimento de pequenos empreendimentos que permitam aumentar os recursos financeiros dos jovens.