Quinta, 03 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Covid-19: Cuanza Norte redimensiona turmas para aulas


02 Outubro de 2020 | 12h04 - Actualizado em 02 Outubro de 2020 | 14h57

Cuanza Norte: Director do Gabinente Provincial da Educação, Manuel Lourenço Foto: Diniz Simão

Ndalatando - O redimensionamento das salas de aulas, com a redução do número de alunos por turmas, é uma das medidas a serem adoptadas pelas autoridades do Cuanza Norte, para conter os riscos de contaminação da Covid-19 no seio da população estudantil e corpo docente da província, informou o director do Gabinete local da Educação, Manuel Lourenço.


Nesta localidade do país, a realidade impõe que a maioria das turmas absorvam 60 a 90 alunos.

Entretanto, em entrevista à Angop, o responsável disse que no quadro do reinício das aulas, dia 5 do mês em curso, as mesmas serão redimensionadas para duas ou três salas, passando a contarem com 30 alunos/cada, onde as novas serão asseguradas pelos professores enquadrados recentemente no sector.

A par das salas, referiu, o Gabinete da Educação tem igualmente programado um novo horário que assegure a realização de aulas intercaladas no âmbito do redimensionamento das turmas criadas, à semelhança do que acontecerá na maioria das províncias do país.

Disse ter sido também acautelada a instalação de torneiras em série nas instituições de ensino para a higienicação das mãos, onde o abastecimento de água será assegurado através da rede pública, camiões e moto-cisternas como alternativa à rede pública

Sobre a disponibilidade financeira do Gabinete Provincial da Educação, Manuel Lourenço salientou que o sector tem programada uma cabimentação de 4 milhões e 500 mil kwanzas para apoiar nove escolas de seis municípios da província, desprovidas de orçamento para a aquisição de materiais de higiene e biossegurança.

Em relação às demais escolas, avançou, conta-se com o apoio das administrações municipais que com as verbas de que dispõem vão apoiar a aquisição de materiais de biossegurança e higienização, assim como na desinfestação das instituições e no abastecimento de água regular.

O sector da Educação no Cuanza Norte controla actualmente 407 escolas, distribuídas pelos 10 municípios que compreendem a província. No presente ano lectivo, estão matriculados 171 mil 559 alunos, da iniciação ao segundo ciclo, assegurados por 5 mil 117 professores.