Quarta, 02 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Mais de seis mil candidatos para concurso público na educação


02 Outubro de 2020 | 14h48 - Actualizado em 02 Outubro de 2020 | 14h48

Caxito - Seis mil e sessenta e nove candidatos foram inscritos, na primeira fase, para o concurso público de ingresso na educação na província do Bengo, que decorreu de 01 a 30 de Setembro.


Em conferência de imprensa, o porta-voz da comissão provincial, Ngongo Mbaxi Paulino Mateus, revelou que o município dos Dembos, que tem o maior número de vagas (146), foi o que inscreveu mais candidatos (2.453), enquanto o Pango Aluquém, com apenas 50 vagas, teve o menor número de concorrentes inscritos (760).

Para este concurso público estão disponíveis 489 vagas, sendo 218 para o pré-escolar, 100 para o ensino primário, 71 para o 1º ciclo e 100 para o 2º ciclo.

Neste sentido, foram inscritos 621 candidatos para o pré-escolar, 1.988 para o 1º ciclo e 2.738 para o 2º ciclo.

Com excepção do Dande, que já tem força de trabalho suficiente, os demais municípios receberão novos professores: Ambriz 54 vagas, Bula Atumba (120), Dembos (146), Nambuangongo (119) e Pango Aluquém 50 lugares.

O porta-voz da comissão provincial ressaltou que apesar da fraca afluência de candidatos para algumas disciplinas técnicas, sobretudo ligadas ao sector da saúde, todas as disciplinas têm concorrentes inscritos neste concurso público.

Conforme Ngongo Mbaxi Paulino Mateus, na primeira fase de inscrições foram detectadas três declarações da situação militar falsas, duas cópias de bilhete de identidade adulteradas, enquanto decorre o processo de verificação de autenticidade dos certificados de habilitações.

Reiterou estar salvaguardada a quota de quatro por cento (19 vagas) para deficientes, pessoas com necessidades educativas especiais e antigos combatentes, que farão testes orais.

Medidas de Biossegurança

A comissão provincial de júri do concurso público no sector da educação recebeu já material de biossegurança (alcool-gel, viseiras, termómetros infravermelhos, entre outros) e as turmas terão até 30 candidatos.

Os testes estão marcados para 22 de Outubro.

O concurso público realizado em 2019, na província do Bengo, foi anulado devido as irregularidades constatadas no processo.

A província do Bengo conta com 220 escolas primárias, sendo 211 públicas e nove privadas.

No presente ano lectivo estão matriculados nas escolas da província do Bengo 99 mil e 886 estudantes do ensino primário, da 1ª a 6ª classe, e 10 mil e 19 alunos na iniciação.

Para assegurar o ano lectivo estão disponíveis quatro mil e 17 professores da iniciação, ensino primário, 1º e 2º ciclo.