Terça, 01 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

BNI financia construção de escola em Caculo-Cabaça


19 Outubro de 2020 | 22h02 - Actualizado em 20 Outubro de 2020 | 12h28

Luanda - Uma escola primária está em construção na localidade de Caculo-Cabaça, município da Banga, província do Cuanza Norte, numa iniciativa do Banco de Negócio Internacional (BNI).


A instituição, a ser erguida no âmbito da responsabilidade social do BNI, faz parte de um conjunto de cinco escolas, duas em Luanda (Icolo e Bengo e Quissama), uma em Malanje, uma no Namibe e uma no Cuanza Norte (Caculo-Cabaça).

Sob responsabilidade da Fundação BNI, o projecto prevê ainda beneficiar, entre outras províncias, o Bengo e o Cunene.

O projecto, segundo uma nota do BNI, a que a ANGOP teve acesso, que visa proporcionar às populações mais carentes com espaços educacionais condignos, contará com quatro salas de aulas, com a capacidade máxima para 40 alunos, jango multiuso, campo polidesportivo, entre outros compartimentos.

Conforme a instituição bancária, a intenção é apoiar o Executivo no sector educativo, com o patrocínio para a construção de escolas destinadas às comunidades.

Localizado a 154 quilómetros de Ndalatando (capital do Cuanza Norte), o município da Banga conta com uma rede escolar de 45 estabelecimentos de ensino

No âmbito do Programa Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), o Cuanza Norte está em vias de ganhar, brevemente, duas escolas de sete salas cada, residências para professores, quadra desportiva, morgue, entre outras infra-estruturas sociais.

Trata-se de uma carteira de oito projectos, com um valor global estimado em 705 milhões, 825 mil, 188 kwanzas.

A sua  população é estimada em 8 mil, 787 habitantes e uma extensão territorial de mil 260 quilómetros quadrados.

Administrativamente, o município é constituído por três comunas: Aldeia-Nova, Cariamba e Caculo-Cabaça.

A circunscrição conta com 10 mil e 345 habitantes, subdivididos em três comunas, nomeadamente: Cariamba, Aldeia Nova e Caculo-Cabaça.