Segunda, 18 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Enviado francês mantém reuniões no Irão


10 Julho de 2019 | 17h14 - Actualizado em 10 Julho de 2019 | 17h14

Teerão - O assessor diplomático da presidência francesa prosseguiu nesta quarta-feira, em Teerão, conversações com o governo local para salvar o acordo internacional de 2015 sobre o programa nuclear desse país do Médio Oriente e aliviar as tensões entre os Estados Unidos e a República Islâmica.


O diplomata Emmanuel Bonne reuniu-se com o almirante Ali Shamkhani, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irão, e deve realizar outro encontro  com o ministro das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif.

A missão de Bonne é "tentar abrir o espaço de discussão e evitar uma escalada descontrolada, ou mesmo um acidente", afirmou o ministro francês das Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian.

Os Estados Unidos retiraram-se unilateralmente em Maio de 2018 do acordo nuclear e restauraram as sanções económicas contra o Irão.

Dessa forma, o pacto, também assinado pela Alemanha, China, França, Grã-Bretanha e Rússia, parece estar em perigo.

O Irão anunciou, por sua vez, que deixaria de respeitar vários compromissos do acordo para pressionar outros países do pacto a ajudá-lo a evitar as sanções de Washington, que afectam gravemente os seus sectores petroleiro e financeiro.

O Irão anunciou, por sua vez, que deixaria de respeitar vários compromissos do acordo para pressionar outros países do pacto a ajudá-lo a evitar as sanções de Washington, que afectam gravemente os seus sectores petroleiro e financeiro.