Quinta, 03 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Interditas três igrejas no município da Matala


07 Julho de 2018 | 12h05 - Actualizado em 07 Julho de 2018 | 12h05

Huíla: Francisca Nojamba Neto - chefe dos serviços sociais da Matala Foto: Fernando Jamba

Matala - As igrejas Missão de Serviços de Jesus Cristo em Angola, Evangélica Internacional Protestante e de Deus Mundial foram interditadas no município da Matala, província da Huíla, por estarem ilegais.


As referidas igrejas funcionavam desde 2010 na municipalidade.

Em declarações à Angop, a chefe de repartição dos Assuntos Sociais da Administração Municipal da Matala, Francisca Nondjamba Neto, informou que estão legalizadas até ao momento, na circunscrição, 29 denominações religiosas e que a sua instituição fiscaliza as actividades eclesiásticas e sociais.

Segundo a responsável, uma igreja não pode ser vista como um meio para enriquecimento, mas sim como um centro de apoio espiritual que concorre para o resgate dos valores morais, cívicos e para o exercício da cidadania.

O município da Matala dista a 180 quilómetros a Leste do Lubango, tem uma população estimada em 243 mil 938 habitantes e uma superfície de nove mil quilómetros quadrados.