Quarta, 02 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Prémios do Carnaval registam aumentos no Cuando Cubango


04 Março de 2019 | 13h40 - Actualizado em 04 Março de 2019 | 13h40

Menongue -Seiscentos mil Kwanzas é o valor a ser atribuído aos primeiros classificados na classe de adulto e infantil na província do Cuando Cubango, contra os 300 mil e 200 mil Kwanzas, respectivamente, da edição de 2018.


Os desfiles estão marcados para  esta terça-feira, dia 5.

A informação avançada pelo , quando falava das condições técnicas, organizativas e humanas do desfile do Entrudo, a decorrer no Largo 23 de Março, em homenagem à Batalha do Cuito Cuanavale.

Para os segundos classificados, em ambas as classes, o prémio será de 500 mil, contra 250 mil para adulto e 150 mil Kwanzas infantil, respectivamente, bem como para o quarto lugar nas duas categorias irão receber 400 mil, prémios que acontecem pela primeira vez nos últimos 10 anos.

Sem quantificar os prémios, o director provincial do Gabinete da Cultura, Turismo e Juventude e Desportos do Cuando Cubango, Manuel Franessa, precisou que a comissão tem igualmente prémios para as rainhas e outras componentes que fazem parte do desfile e organização do Carnaval.

O desfile vai contar com  21 grupos dos municípios de Menongue, sede capital da província, do Cuchi e Cuito Cuanavale.

Para garantir a assistência  40 efectivos do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros estão disponíveis, no Largo 23 de Março, em Menongue,  com os meios técnicos e de primeiros socorros.

O dado foi revelado pelo porta-voz do comando provincial do referido órgão do Ministério do Interior no Cuando Cubango, Júlio Muliata.

No Largo 23 de Março, os bombeiros terão uma ambulância com seis efectivos, para intervenção em casos de evacuação do local para uma unidade hospitalar mais próxima, a par de uma viatura de intervenção rápida.

Já o Instituto Nacional de Emergência Médica de Angola (INEMA) terá uma equipa composta de seis médicos, dos quais dois de clínica geral, um ortopedista, um cirurgião e o outro oftalmologista.

Igualmente 12 enfermeiros, quatro ambulâncias, duas para suporte vital-básico e as duas outras de suporte vital-avançado, a par de outros equipamentos.