Quarta, 02 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Cuando Cubango: União Mbongue Ya Kandjima vence edição provincial


25 Fevereiro de 2020 | 20h53 - Actualizado em 25 Fevereiro de 2020 | 20h53

Menongue - O grupo carnavalesco União Mbongue Ya Kandjema do município do Cuchi, venceu a edição 2020 na província do Cuando Cubango, na categoria de adultos em dança tradicional, com 458 pontos, tendo levado como prémio, 500 mil kwanzas.


Nas posições imediatas ficaram os grupos Simpa Mbungue do município de Menongue, sede capital da província com 366 pontos e Mingolo do Bairro Saúde com 328, tendo recebido como prémios, 400 e 300 mil kwanzas, respectivamente.

Já na categoria de dança moderna na classe de adultos, sagrou-se vencedor o grupo União 11 de Novembro, único concorrente na categoria, uma vez que na classe de adultos participaram apenas quatro grupos, contra dez que estavam previstos.

Na classe infantil, o corpo de Júri presidido por Miguel Américo Tchissingue, atribuiu o prémio de vencedor ao grupo de dança tradicional, Upite Wabungue com 441 pontos, seguido pelo Tchipompo com 269 pontos.

Na categoria de dança moderna, arrebatou o troféu o grupo carnavalesco 23 de Março do município do Cuito Cuanavale com 445 pontos, seguido pelo triunfo HIV/SIDA com 401 pontos e União Lágrimas do Povo com 355 pontos, levando como prémios, 500, 400 e 300 mil kwanzas respectivamente.

Em declarações à Angop no final do Entrudo, o Rei de Menongue Muangana Vunonge VIIIº, (Manuel Dala), fez uma apreciação positiva, tendo enaltecido o esforço do governo provincial e do Ministério da Cultura para o êxito do evento que visa enaltecer os valores culturais.

Disse que o nível de apresentação correspondeu a expectativa, apesar de reconhecer a diferença entre o desfile que se faz actualmente comparativamente aos tempos anteriores, em que no seu entender o maior destaque recaia principalmente no estilo tradicional que vem sendo “engolido” pelo estilo moderno.

Perspectivou que nas próximas edições deverão granjear maior atenção ao estilo de dança tradicional, por formas a incutir nas novas gerações os valores da ancestralidade local, por meio de encontros entre as autoridades tradicionais e a juventude, incluindo membros dos diferentes grupos carnavalescos.

O Carnaval que foi testemunhado pelo governador Júlio Bessa, contou com a participação de 14 grupos, sendo 10 infantis e quatro adultos, menos sete em relação ao número de grupos inicialmente inscritos.