Sexta, 04 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Porcultura com cinco milhões de Euros disponíveis


24 Setembro de 2020 | 17h30 - Actualizado em 24 Setembro de 2020 | 17h30

Luanda - Sete milhões e oitocentos mil Euros é o montante disponível para o projecto Procultura- Promoção do Emprego nas Actividades Geradoras de Rendimento no Sector Cultural, a ser desenvolvido nos cinco países membros dos Palop e Timor Leste.


O valor repartido em três lotes visa apoiar e financiar projectos criadores de emprego durável e de rendimento sustentável nos sectores da música, artes cénicas e literatura Infanto/juvenil de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

A meta principal passa pela empregabilidade de mulher e jovens, além de reforçar a economia cultural dos países membros dos PALOPs, acção financiada pela União Europeia.

Podem candidatar-se pessoas colectivas de direito privado de um dos países dos Palops e Timor Leste com actividade efectiva nestes mesmos países a pelo menos dois anos, a data da candidatura, com actividade no sector cultural, sem exclusão de outras possibilidades, associações, cooperativas, empresas e outras organizações da sociedade civil, com ou sem finalidades lucrativas.

Os projectos em causa deverão ter uma duração de  24 a 36 meses, e as candidaturas estão abertas desde 9 do corrente mês e terminam a 9 de Novembro do ano em curso.

A Procultura visa contribuir para a criação de emprego em actividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e em Timor Leste, através de reforço de competências técnicas, artísticas e de gestão dos recursos humanos do sector.

Serve ainda de apoio técnico e financeiro para o reforço de produtos e serviços culturais.

Os interessados deverão consultar o regulamento e os formulários de candidatura em:www.futuroscriativos.org/procultura e www.instituto-camoes.pt/activity/oportunidades.