Segunda, 18 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

PR consternado com morte de general Gato


22 Outubro de 2017 | 13h36 - Actualizado em 22 Outubro de 2017 | 19h39

Presidente da República lamenta falecimento do General Ciel Cristovão "GATO"

Foto: Cedida



Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, transmitiu hoje, domingo, sentidas condolências às Forças Armadas Angolanas, ao Ministério dos Antigos Combatentes e à família do general Ciel da Conceição Cristóvão "Gato", pelo seu falecimento.


Numa mensagem de condolências, o Chefe de Estado rende a mais profunda homenagem à grande figura do nacionalismo angolano que foi Ciel da Conceição Cristóvão “Gato”, sublinhando que o malogrado “defendeu desde a primeira hora, com devoção e zelo, a causa da libertação nacional e do resgate da dignidade de todos os angolanos face ao colonialismo”.

O Presidente João Lourenço, que é também o Comandante-Em-Chefe das Forças Armadas Angolanas, refere que o comandante Gato dedicou toda a sua vida, em companhia dos seus camaradas, à construção de uma Angola pacífica, democrática e inclusiva e soube, em todos os cargos que desempenhou, colocar a sua máxima dedicação, esforço e sacrifício para realizar as tarefas de que foi sendo incumbido”.

Por último, a mensagem de condolências assinala que “com o desaparecimento de Ciel da Conceição Cristóvão “Gato”, o país perde um dos seus valorosos combatentes da Luta Armada de Libertação Nacional e um intrépido General no combate pela consolidação da Independência e soberania”.