Terça, 19 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Angola confirma interesse na Francofonia


30 Maio de 2018 | 08h55 - Actualizado em 30 Maio de 2018 | 11h28

Ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto (arquivo)



Toulouse (Dos enviados especiais) - O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, confirmou terça-feira em Castelnaudary, arredores de Toulouse, o interesse de Angola integrar a Organização Internacional da Francofonia, com o estatuto de membro observador.


Na base desse interesse está o facto de o país estar numa zona geográfica limitada por países que pertencem a dois grupos linguísticos diferentes.

Angola situa-se na costa do Atlântico Sul de África, entre a Namíbia (língua oficial Inglês), o Congo (Francês), a República Democrática do Congo (Francês) e a Zâmbia (Inglês).

“Somos lusófonos, temos vizinhos anglófonos e francófonos. Temos tudo a ganhar se tivermos perto de todo o tipo de organização, que esses países vizinhos” integram, declarou.

No balanço da visita do Presidente da República, João Lourenço, a França, o ministro Manuel Augusto destacou a importância da Francofonia e da Commonwealth (comunidade de países de língua inglesa) no mundo, como factor congregador de vários continentes.

A visita a França do Chefe de Estado angolano termina na hoje (quarta-feira).