Terça, 19 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Delegação multi-sectorial avalia resultados da Operação Transparência


31 Janeiro de 2019 | 18h28 - Actualizado em 31 Janeiro de 2019 | 18h28

Cuito - Uma delegação multi-sectorial, chefiada pela sub-procuradora geral da República junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC), Elisabeth Paulo, avaliou esta quinta-feira os resultados da ?Operação Transparência? na província do Bié, tendo em conta os objectivos que o Estado pretende atingir com a implementação dessa operação.


O governador local, Pereira Alfredo, destacou os êxitos alcançados no âmbito da operação, assegurando o seu cumprimento conforme à Lei, bem como a conservação dos meios apreendidos nesta região.

A Operação Transparência”, que visa, entre outros objectivos, combater o garimpo de diamantes e a imigração ilegal, deverá alargar-se nas províncias do Huambo, Huíla, Cuanza Sul, Cuanza Norte, Cunene, Benguela e Cabinda.

Os territórios das referidas províncias estavam fora da operação por questões técnicas. Teve início a 25 de Setembro de 2018 nas províncias de Malanje, Lunda Norte, Lunda Sul, Moxico, Bié, Uige e Zaire.