Quinta, 21 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Inauguração de vários empreendimentos marca 53º aniversário do início da Luta Armada


04 Fevereiro de 2019 | 16h37 - Actualizado em 04 Fevereiro de 2019 | 16h37

Camanongue - A inauguração de um Jango para os antigos combatentes e veteranos da pátria e do Centro Infantil Comunitário (CIC), hoje, segunda - feira, na sede municipal de Camanongue, pelo governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba, marcou as comemorações do 53º aniversário do início da luta armada em Angola.


Com uma capacidade para albergar mais de 50 pessoas sentadas, o Jango visa transmitir à nova geração conhecimentos sobre a realidade histórica e cultural da região de forma a resgatar os valores éticos e cívicos.

Ao agradecer o gesto da administração municipal, o soba grande da circunscrição, Joaquim Muacandala, disse que o Jango vai permitir a realização de encontros diários entre os mais velhos e os jovens da municipalidade para abordarem questões relacionadas ao passado e o presente.

Os factos políticos, económicos e sociais, tais como a colonização do país pelos portugueses, o modo de vida dos ancestrais, gastronomia, dança, artesanato e as principais actividades do campo desenvolvidas na região, são, na óptica de Muacandala, outros assuntos a serem debatidos no Jango.

Com uma capacidade para acolher 90 criança em idade pré – escolar (dois a cinco anos), o CIC comporta três salas de aprendizagem, cuja prioridade será dada à crianças vulneráveis e filhos dos antigos combatentes e veteranos da pátria, segundo a sua directora, Cecília Paulina de Sousa.

Sem revelar o valor investido nas obras que duraram seis meses, a responsável avançou que o funcionalmente do CIC será auxiliado por três educadoras, igual número de vigilantes, duas auxiliares de limpeza e uma cozinheira.

Na ocasião, o governador provincial apelou a população a usar a catana como o símbolo do “4 de Fevereiro”, para libertar – se da pobreza, desbravatando a terra para criar riqueza com a agricultura.

“É na agricultura que reside a base da riqueza e do desenvolvimento da província e do país em geral”, disse o governante.

Aconselhou os camponeses a organizarem – se em cooperativas agrícolas para criarem um amplo movimento de cultivo de arroz, mandioca, batata – doce, batata - rena, banana, quiabo, frutas, entre outros produtos do campo, para sustentar as suas famílias.

Para além do governador provincial, assistiram o acto provincial das comemorações do 53º do inicio da Luta Armada, cujo acto ocorreu no município de Camanongue, 52 quilómetros a norte do Luena, deputados do circulo local, membros do governo, representantes de partidos políticos, autoridades tradicionais e população interessada.