Segunda, 25 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Governador quer mais incentivos para o Zaire


18 Julho de 2019 | 16h47 - Actualizado em 18 Julho de 2019 | 16h45

Presidente João Lourenco, manteve encontro com os membros do governo da província do Zaire

Foto: Rosario dos Santos



Mbanza Kongo - O governador do Zaire, Pedro Makita Júlia, afirmou nesta quinta-feira, em Mbanza Kongo, que a província que dirige precisa de mais apoio e incentivo para o seu desenvolvimento socioeconómico.


Ao intervir no encontro que o Presidente da República, João Lourenço, manteve com os membros do seu pelouro, Pedro Makita Júlia enumerou as principais necessidades da região, potencialmente rica em recursos naturais.

Falou da necessidade da reabilitação da rede viária secundária e terciária que liga as sedes municipais às comunas e outras localidades do interior da província, do aumento do número de salas de aulas e do alargamento da rede sanitária.

Na sua intervenção, o governador Pedro Makita Júlia destacou a necessidade do investimento privado apostar mais nos sectores das pescas, da agricultura, do turismo e da indústria transformadora.

Nessa esteira, considerou fundamental que se reforce o apoio e incentivo da banca ao empresariado local, tendo em vista aumentar a oferta de serviços e bens à população e gerar mais postos de trabalho.

Pedro Makita Júlia referiu-se, também, ao trabalho em curso contra a corrupção, nepotismo, impunidade, bajulação e outros males que ainda enfermam a sociedade angolana.

Na vertente cultural, realçou o desejo de se potenciar e valorizar os diferentes monumentos e sítios históricos da província, tendo destacado a realização com êxito da primeira edição do Festival Internacional da Cultura Kongo (Festikongo) em Mbanza Kongo, de 5 a 8 deste mês.

Neste quadro, sugeriu que as próximas edições deste evento tenham um orçamento cabimentado oportunamente.

O governador do Zaire augurou que, com a visita do Presidente da República à região, sejam ainda equacionadas algumas das exigências da UNESCO, com destaque para a retirada do aeroporto do centro da cidade e a consequente construção de um novo, das antenas metálicas, entre outras.

Participaram neste encontro, para além dos membros do governo provincial, titulares de diversas pastas ministeriais.

O Presidente da República, João Lourenço, cumpre desde hoje, quinta-feira, uma visita de trabalho de dois dias à província do Zaire. Depois de Mbanza Kongo, onde vai pernoitar, o Chefe do Executivo seguirá viagem sexta-feira, de manhã, para o município petrolífero do Soyo, última etapa da sua jornada de trabalho à província.

Com uma extensão de 40 mil e 130 quilómetros quadrados, a província do Zaire, subdividida em seis municípios e 25 comunas, tem uma população estimada em 594 mil e 428 habitantes.