Terça, 01 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Chefe de Estado angolano deixa Brazzaville


10 Setembro de 2019 | 15h57 - Actualizado em 10 Setembro de 2019 | 16h08

Brazzaville - (Dos enviados especiais) - O Presidente angolano, João Lourenço, deixou Brazzaville, no início da tarde desta terça-feira, depois de discursar na abertura do quinto Fórum Investir em África (FIA5), a decorrer na capital congolesa, até quinta-feira.


No encontro, que arrancou por volta das 11h00 horas locais e a mesma hora em Luanda, quase duas horas de atraso em relação ao programa, o Presidente Lourenço foi o segundo chefe de Estado a discursar, depois do da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi.

Para o resto do evento, o chefe de Estado angolano será representado pelo ministro da Economia e Planeamento, Manuel Neto da Costa, segundo fonte do Secretariado de imprensa da Presidência da República.

Angola considera este Fórum de Brazzaville foi uma oportunidade para dar a conhecer ao Mundo as suas potencialidades e os seus planos de desenvolvimento, bem como convencer potenciais investidores.

De acordo com o ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto,  “é por essa razão que o Presidente João Lourenço aceitou o convite para participar neste fórum”, co-organizado pelo pelo maior parceiro comercial de África, China, e pelo Banco Mundial (BM).

Com boa parte das instituições financeiras internacionais engajadas nesta plataforma (FIA5), Angola considera tratar-se de “uma ocasião importante” para também convencer potenciais investidores e ouvir as experiências de sucesso de outros cantos do Globo que “podem servir de referência para nós”, disse.

O Fórum foi instituído em 2015, como uma plataforma internacional para promover a cooperação multilateral e as oportunidades de investimento em África.

Reúne todos os anos vários actores e representantes dos sectores público e privado da China e de África, das organizações internacionais e regionais, de parceiros de desenvolvimento e de grupos de reflexão.

A primeira edição realizou-se na capital etíope, Addis Abeba, em Junho de 2015, a segunda na cidade chinesa de Guangzhou, em Setembro de 2016, o Senegal (Dakar) acolheu a terceira, em Setembro de 2017, e a quarta edição decorreu em Setembro do ano passado, em Changsha (China).