Quinta, 03 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Grandes Lagos saúda solução para o diferendo Rwanda e Uganda


04 Fevereiro de 2020 | 07h38 - Actualizado em 05 Fevereiro de 2020 | 08h07

Participantes da Cimeira Quadripartida de Chefes de Estado de Angola,, Rwanda,, Uganda e Congo Democrático Foto: Pedro Parente

Nairobi - O Comité de Apoio Técnico da Região dos Grandes Lagos saudou, em Nairobi, os esforços do Presidente de Angola, João Lourenço, para a "solução africana" do diferendo entre o Ruanda e o Uganda.


Esta felicitação foi feita, segunda-feira, durante a reunião do Comité de Apoio Técnico sobre o Mecanismo Regional de Supervisão do Acordo-Quadro para a Paz, Segurança e Cooperação na República Democrática do Congo e na Região dos Grandes Lagos, que decorre de 03 a 04 deste mês, na capital do Quénia.

Na reunião em que participou o embaixador angolano naquele país, Sianga Abílio, o Comité encorajou os esforços de Angola para a estabilização da paz e segurança na região.

Antes, o embaixador Sianga Abílio pronunciou-se sobre os últimos desenvolvimentos na região, reiterando a importância da liderança de João Lourenço, ao “juntar os seus irmãos à mesma mesa em busca de soluções para que a região dos Grandes Lagos reencontre a paz e a segurança”.

O embaixador referia-se à Cimeira Quadripartida realizada em Luanda, a 02 de Fevereiro deste ano, com a participação dos Presidentes, Yoweri Museveni, Paul Kagame e Felix Tshisekedi.

Além das discussões em torno dos desenvolvimentos políticos e de segurança na região, o Comité de Apoio apreciou a Agenda da próxima Reunião dos Ministros das Relações Exteriores dos Países signatários do Acordo-Quadro para a Paz, Segurança e Cooperação na República Democrática do Congo e na Região.

Participam do encontro co-presidido pelo representante especial da União Africana para os Grandes Lagos, Basile Ikouebe, e pelo secretário executivo da CIRGL, Zachary Muita, representantes de Angola, Burundi, Congo, RDC, Quénia, Rwanda, Sudão do Sul, Sudão, Tanzânia, Uganda, Zâmbia, União Africana, Nações Unidas, Sociedade Civil dos Grandes Lagos e a Missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo (Monusco).