Sábado, 28 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Alemanha destaca cooperação militar com Angola


06 Março de 2020 | 13h41 - Actualizado em 06 Março de 2020 | 13h41

Adidos militares acreditados em Angola visitam Cabinda Foto: Angop

Cabinda - O adido militar da Alemanha em Angola, Tomás Burchert, afirmou esta sexta-feira, em Cabinda, que a cooperação com o Estado angolano, nesse domínio, é marcada por uma aposta na formação de técnicos nos diferentes domínios.


Segundo Tomás Burchert, entre os dois países, existem programas nos domínios da formação, sublinhando que oficiais das Forças Armada Angolanas (FAA) vão estudar em escolas superiores de engenharia militar e saúde.

Tomás Burchert falava, à imprensa no final de um encontro de cortesia em que o governador de Cabinda, Marcos Nhunga, recebeu em audiência uma delegação de adidos militares que trabalham em Angola.

O governador de Cabinda, Marcos Nhunga, aproveitou a oportunidade para destacar as potencialidades económicas da região, sobretudo, nos sectores dos recursos minerais e do turismo.

Durante três dias, os adidos visitaram, entre outras instituições, as obras em curso do futuro Porto de Águas Profundas do Caio, o Hospital Central de Cabinda no Chibodo, o Centro de Hemodiálise, a fronteira do Yema, a sul de Cabinda com a República Democrática do Congo.

Na comitiva estavam os adidos militares das embaixadas da Zâmbia, Nigéria, Namíbia, Alemanha, Moçambique, África do Sul, Zimbabwe, Itália, Brasil, Côte d'Ivoire, Cuba, EUA e Rússia.