Quinta, 21 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

COVID-19: Ministro da Defesa avalia situação nas fronteiras


23 Maio de 2020 | 22h01 - Actualizado em 25 Maio de 2020 | 10h55

Cabinda- O ministro da Defesa e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos "Liberdade", considerou, neste sábado, estável a situação militar ao longo da fronteira entre Angola e os dois Congos.


O ministro, que esteve na província de Cabinda para umas horas de trabalho, disse ter recebido informações positivas do governador  Marcos Nhunga e dos comandantes sobre a Região Militar local.

“As autoridades militares e o Governo da Província de Cabinda continuam a dar o seu total apoio ao combate à Covid-19, sobretudo nas fronteiras com os países vizinhos, com o reforço das medidas de prevenção e vigilância, para se evitar a propagação do vírus em Cabinda”, firsou.

A sua visita de algumas horas a Cabinda serviu para supervisionar o estado de prontidão das FAA e das medidas de vigilância ao longo das fronteiras com os dois Congos e visitou, igualmente, o futuro Hospital de Hemodiálise, já com as obras terminadas, faltando a colocação de equipamentos.

No Hospital Regional Militar, cuja infra-estrutura apresenta debilidades, o ministro da Defesa disse que uma equipa da Direcção Central da Saúde Militar se deslocará a Cabinda para uma avaliação e determinar os custos para as obras de reabilitação e reequipamento.

Exortou os efectivos para continuarem a trabalhar na preparação combativa e de aperfeiçoamento das técnicas, com vista a manter o espírito de prontidão permanente na defesa desta parcela do território nacional.

O ministro deu ainda garantias da transportação de material de biossegurança que se encontram em Luanda.