Sexta, 04 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

PR consternado pela morte do embaixador Mário Feliz


25 Agosto de 2020 | 19h29 - Actualizado em 25 Agosto de 2020 | 19h29

Presidente da República, João Lourenço Foto: Cedida

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, lamentou hoje (terça-feira) a morte do embaixador angolano Mário Feliz, ocorrida segunda-feira, em Luanda, por doença.


Em mensagem de condolências endereçada à família do falecido, o Chefe de Estado angolano ressalta que ao longo da sua carreira o diplomata exerceu com elevado sentido patriótico as suas funções, defendendo no exterior a imagem e o bom nome de Angola e do povo angolano.

João Lourenço diz ter sido com "grande sentimento de pesar" que recebeu a notícia do falecimento do embaixador Mário Feliz, "que, com perseverança e zelo, soube guindar-se às mais altas funções no Ministério das Relações Exteriores”.

Pelo enfausto acontecimento, o estadista angolano manifesta tristeza e dor e exprime "as mais sentidas condolências" à família enlutada e a todos os amigos e colegas do falecido diplomata, segundo a nota chegada à ANGOP..

Mário Feliz, que faleceu aos de 70 anos de idade, exerceu, até Outubro de 2019, as funções de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola na Côte d'Ivoire.

Entre outros cargos, foi cônsul-geral de Angola em Ponta Negra (República do Congo) e consultor do ex-ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti.