Quarta, 27 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

UNITA solidária com vítimas da Covid-19


31 Outubro de 2020 | 23h09 - Actualizado em 03 Novembro de 2020 | 12h41

Luanda - A Comissão Política da UNITA solidarizou-se neste sábado com as famílias das vítimas da Covid-19 e saudou os esforços dos profissionais de saude.


O reconhecimento vem expresso no comunicado final da II Reunião Ordinária da Comissão Política, numa altura em que o país regista 284 óbitos por Covid-19, de um total de 10. 805 casos positivos.

Os números oficiais do Governo indicam que até ao momento estão notificados 10.805 casos, com 284 óbitos, 4.523 recuperados e 5.998  activos. Dos activos, dezasseis estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 29 graves, 152 moderados, 356 com sintomas leves e 5.445 assintomáticos.

Noutro domínio, o maior partido na oposição manifestou preocupação pelo agravamento da pobreza das famílias, derivada, essencialmente, da crise económica e financeira.

Para a UNITA, isto é consequência do que chama de "medidas impopulares" do Executivo, destacando-se o incremento da carga fiscal.

Condena, igualmente, a acção da Polícia Nacional contra os cidadãos que se manifestaram no dia 24 deste mês, num acto previsto constitucionalmente.

Ainda a este propósito, manifesta solidariedade para com os jornalistas detidos em pleno exercício das suas funções, naquele acto.

O partido exigiu, também, a conclusão da aprovação do Pacote Legislativo Autárquico, a realização das eleições autárquicas em 2021 e as reformas no sistema eleitoral.

Em relação à vida interna do partido, os membros da Comissão Política aprovaram o relatório do Secretariado-Executivo, o Regulamento Interno Actualizado, o Programa de Acção para o Ano de 2021, Ractificação dos Estatutos da Lima e da JURA, entre outros temas.