Domingo, 17 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Troço Oncócua/Chitado abrangido pelo PIIM


16 Julho de 2019 | 18h57 - Actualizado em 16 Julho de 2019 | 18h57

Cunene: Administrador municipal do Curoca, Mbambi Kiane Santos.

Foto: TARCISIO VILELA



Curoca - A reabilitação de 40 quilómetros do troço Oncócua/Chitado, construção de raíz de um centro de formação profissional e de um sistema de captação de água consta das prioridades da administração municipal do Curoca, província do Cunene, no quadro do Programa Integrado de Intervenção Municipal (PIIM).


A informação foi avançada hoje, terça-feira, à Angop pelo administrador municipal do Curoca, Mbambi Kiane dos Santos, referindo que a par dessas acções está também um leque de projectos com a reabilitação e apetrecho do lar infanto-juvenil, com a capacidade de 200 pessoas.

De igual modo, consta dos projectos, trabalhos de terraplanagem em vias secundárias e terciárias ao longo do interior do município, para permitir maior circulação de pessoas e bens.

Mbambi dos Santos informou que esses projectos estão avaliados em 1,1 mil milhões de kwanzas e reflectem a vontade dos cidadãos no Curoca, expressa na reunião de auscultação do Conselho Municipal das Comunidade.

Lançado a 27 de Junho deste ano, o PIIM é um programa de iniciativa do Presidente da República avaliado em dois mil milhões de dólares e abrange os 164 municípios do país.

Com a implementação do PIIM, passam a ser as próprias administrações municipais a elencarem as prioridades das suas acções e projectos para o período 2019-2020.

O município do Curoca, 333 quilómetros de Ondjiva, capital da província do Cunene, conta com uma população estimada em 48 mil 40 habitantes, divididas em duas comunas nomeadamente Oncócua e Chitado.