Terça, 01 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Hospital Regional Norte retoma serviços de cirurgia


02 Julho de 2020 | 08h53 - Actualizado em 02 Julho de 2020 | 08h53

Cabinda - Os serviços de cirurgias e ortopedia paralisadas a mais de uma semana no Hospital Regional Norte Alzira da Fonseca, município de Buco-Zau, retomaram as suas actividades no final do mês findo (Junho) deste ano.


Considerado como a maior unidade sanitária na zona norte da província no atendimento de casos de especialização (cirurgias e ortopedia) às populações nos dois municípios, do interior, Buco-Zau e Belize, estas duas áreas estiveram interrompidas devido a questões técnicas.

 Segundo a directora municipal da unidade, Catarina Sumbo, que avançou a informação à Angop, ultrapassada a situação, a unidade deixa de transferir casos de cirurgia ou ortopédicos para a unidade central na cidade de Cabinda.

Conforme a responsável, a unidade tem registado a redução de casos de malária no banco de urgência, na ordem de 800 para 600 casos, mensalmente.

Avançou que os técnicos da saúde no Buco-Zau estão engajados em campanhas de sensibilização, acções que visam as medidas de prevenção e combate da malária, sobretudo no uso do mosquiteiro.

As patologias mais frequentes no Buco-Zau são as doenças respiratórias agudas como a  gripe, pneumonias e broncopneumonias acompanhados da malária.

O hospital regional norte Alzira da Fonseca tem  capacidade para 62 camas de internamento, com seis médicos nacionais e três médicos expatriados especializados em medicina geral.