Sexta, 04 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Covid-19: Cidadão com resultado positivo em estado estável


07 Agosto de 2020 | 18h35 - Actualizado em 07 Agosto de 2020 | 18h34

Benguela: Director do Gabinete Provincial da Saúde, António Cabinda (Arquivo) Foto: António Lourenço

Benguela - O cidadão de 21 anos de idade que acusou positivo a Covid-19, no município do Cubal, em Benguela, encontra-se em estado estável e recebe tratamento médico no Hospital da Polícia na Catumbela, informou esta sexta-feira, o director do Gabinete Provincial da Saúde, António Cabinda.


De acordo com o responsável, que falava à imprensa, a propósito do primeiro caso do novo coronavírus registado em Benguela, o cidadão residia no Kilamba Kiaxi, em Luanda, pulou a cerca sanitária e chegou a Benguela no dia 24 de Julho escondido em mercadorias transportadas por um camião, cujo motorista foi testado negativo.

António Cabinda disse que o mesmo foi denunciado pelo pai que ligou à unidade sanitária a informar o caso, tão logo o seu filho chegou ao município, e durante este período cumpriu a quarentena institucional no Cubal.

Durante este período, avançou o director, foi feito o teste rápido ao cidadão, sendo reactivo a IGM, cujas amostras foram encaminhados para Luanda para o teste de biologia molecular (RT-PCR), tendo resultado em positivo.

“Uma nota positiva ao pai pela denúncia e que de imediato orientou ao filho a manter-se no local em que se encontrava para poder informar as autoridades sanitárias”, frisou o responsável, que enalteceu igualmente o apoio da população na denúncia daqueles que têm pulado a cerca sanitária.

António Cabinda, que descartou por enquanto uma cerca sanitária na localidade, deu a conhecer que de momento as equipas de saúde pública encontram-se a trabalhar no município, rastreando os contactos dos contactos.

Informou que a instalação de uma cerca sanitária depende de critérios como o número de pessoas que teve contacto, que serão reactivas ou não ao teste, bem como os testes que serão feitos localmente e, por isso, as equipas estão a trabalhar para aferir se há necessidade de cerca sanitária ou não.

Segundo o director, neste momento a província tem cinco casos suspeitos a aguardar por resultados, sendo dois do município do Cubal e outros de Benguela, garantindo que todos se encontram em quarentena institucional.

Quanto ao posto de rastreio da Covid, o responsável referiu que as medidas continuam a ser reforçadas diariamente e têm sido eficazes, uma vez que têm sido detectados muitos cidadãos neste posto fronteiriço e outros, em que muitos são obrigados a regressar e outros submetidos a quarentena institucional.

Por este facto, a Comissão Provincial de Saúde Pública, coordenada pelo Governador Rui Falcão, apela à calma a todos e aconselha a não entrarem em pânico, uma vez que a proliferação ou erradicação da doença só dependerá do comportamento de cada cidadão.

A província dispõe de cinco centros de quarentena Institucional e duas unidades de tratamento efectivo para os casos positivos de Covid-19, sendo uma no município da Catumbela e outra na Baía Farta, e os restantes municípios têm unidades de tratamento de curta duração.

O Hospital da Polícia da Catumbela, com capacidade de 18 camas, possui sete ventiladores mecânicos e todos os meios de tratamento exigidos para os doentes com Covid-19 e já está em pleno funcionamento, enquanto a unidade Baía Farta, com capacidade para mais de 140 camas para internamento, está a ser apetrechado com o apoio de alguns empresários daquele município, no âmbito do reforço do combate e tratamento da pandemia, para nos próximos dias entrar em funcionamento.