Sexta, 27 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Covid-19: Saúde reforça Centro de Tratamento do Moxico


05 Agosto de 2020 | 18h38 - Actualizado em 05 Agosto de 2020 | 18h38

Luena - O Gabinete Provincial da Saúde vai aumentar a capacidade de internamento, de 20 para mais 50 camas, do Centro de Tratamento de Doentes com Covid-19 da província do Moxico.


Segundo o chefe de Departamento de Saúde Pública do Moxico, Baldé Barnabé, serão, igualmente, montadas, nas principais unidades sanitária, 50 camas para dar respostas aos prováveis casos de coronavírus.

Baldé Barnabé, que falava à imprensa, disse que, para além de um caso positivo diagnosticado no dia 31 de Julho último, o sector controla mais um doente suspeito, de 45 anos de idade, camionista proveniente de Luanda.

Explicou que este cidadão foi submetido a teste rápido da Covid-19, que deu IGM  positivo, mas desobedeceu as autoridades sanitárias e viajou para o Moxico, tendo sido detido no posto policial do rio Cassai, no município de Camanongue (Moxico).

O suspeito já se encontra em observação no Centro de Tratamento de doentes com Covid-19, no bairro Vila Luso, arredores da cidade do Luena, onde, igualmente, se encontra internado o primeiro caso positivo de coronavírus na província, desde sexta-feira última.

Em relação aos cincos contactos e vizinhos do paciente infectado, num total de 34 pessoas que se encontram em cerca sanitária num dos quarteirões do bairro Saidy Mingas, centro da cidade do Luena,  

informou que foram submetidos ao teste rápido e tiveram resultado negativo.

O Centro de Tratamento de Doentes com Covid-19 no Luena está equipado com 22 camas, quatro ventiladores, oxigénio, entre outros materiais de suporte vital.

Criado em Março último, a unidade hospitalar conta igualmente com mais de 30 profissionais de saúde formados para dar resposta aos casos da pandemia.

Nesta província, 22 pessoas se encontram em quarentena institucional e domiciliar nos municípios fronteiriços do Alto Zambeze, Bundas e Moxico (sede).