Quinta, 03 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Aumenta número de casos de VIH/Sida no Alto Zambeze


09 Setembro de 2020 | 17h07 - Actualizado em 09 Setembro de 2020 | 17h06

Moxico: Director Municipal da Saúde do Alto Zambeze, Jacinto Caumba Sandezi Foto: kinda kyungu

Cazombo - Sessenta e um casos de VIH/Sida foram diagnosticados, de Janeiro a Agosto deste ano, no município do Alto Zambeze, província do Moxico, mais 19 em relação a igual período de 2019.


Em declarações hoje, quarta-feira, à Angop, o director do gabinete local da Saúde, Jacinto Sandezi, informou que, durante o período em análise, os Centros de Aconselhamento e Testagem Voluntária registaram pouca aderência de pacientes devido aos actos de descriminação contra os infectados.

De acordo com o responsável, para evitar a descriminação alguns pacientes preferem se deslocar à República da Zâmbia, para efectuarem os testes e posterior tratamento.

Na ocasião, Jacinto Sandezi assegurou que o hospital municipal tem medicamentos (antiretrovirais) suficientes para atender os pacientes que procuram os seus serviços.

Apontou, por outro lado, que o sector necessita de oito médicos especializados em cirurgia, ginecologia, pediatria e obstetrícia, assim como 140 enfermeiros para reforçarem os centros hospitalares e melhorar a qualidade de assistência ao público.

O município do Alto Zambeze está situado a 519 quilómetros a Sudeste da cidade do Luena, capital da província do Moxico, e tem uma população estimada em mais de 100 mil habitantes, na sua maioria camponeses, pescadores e apicultores.