Quarta, 02 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

PR - Covid-19: Angola vai realizar 13 mil testes/dia


15 Outubro de 2020 | 15h34 - Actualizado em 15 Outubro de 2020 | 15h35

Covid-19: Momento da colheita de sangue para o teste rápido (sorológico) Foto: António Escrivão

Luanda - Angola vai triplicar, em breve, a sua capacidade de 4 mil para 13 mil testes por dia, em resposta ao aumento do número de casos diários da Covid-19, anunciou hoje o Presidente da República, João Lourenço.


Ao dirigir-se à Nação, na abertura da 4ª Sessão Legislativa da IV Legislatura da Assembleia Nacional, João Lourenço informou que o país estará em condições de realizar diariamente sete mil testes RT-PCR e seis mil serológicos.

Salientou que o aumento resulta da aquisição de cinco laboratórios de Biologia Molecular e Serologia, já instalados e em instalação nas províncias de Luanda, Huambo, Lunda Norte e Uíge, juntando-se a outros disponíveis no país.

O Presidente da República referiu que foram construidos quatro centros de tratamento Covid-19 e hospitais de campanha em Viana (província de Luanda), Cabinda e Lunda Norte e adaptadas e apetrechadas estruturas hospitalares na Barra do Kwanza e Calumbo (Luanda), para tratar e assegurar a quarentena institucional.

Estão em fase de construção os hospitais de campanha do Nzeto (província do Zaire), do Uíge e do Cunene, assim como o do Soyo (Zaire), este último "uma gentileza das autoridades americanas", adiantou João Lourenço.

Ao referir-se aos esforços do Executivo para a prevenção e combate à pandemia, o Presidente da República manifestou sentimento de apreço e gratidão àqueles que se encontram "na linha da frente do combate a pandemia", citando os profissionais da saúde, em primeiro lugar, mas também as forças de Defesa, Segurança e Ordem Interna, Protecção Civil, pilotos da TAAG e da Força Aérea, Comunicação Social, produtores de alimentos e outros bens de consumo de primeira necessidade e camionistas de longo curso.

Angola contabiliza 6.846 casos positivos, com 227 óbitos, 2.801 recuperados e 3.818 activos, até Quarta-feira última.

Dos activos, 14 estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 19 graves, 96 moderados, 444 apresentam sintomas leves e 3.245 assintomáticos. Sob cuidados médicos nos centros de tratamento do país, estão 580 doentes.

A margem da Mensagem do Presidente da República, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, informou que Angola vai receber, nesta sexta-feira, um novo carregamento de testes, para dar continuidade a campanha massiva de testagem à Covid-19 e acudir situações pontuais.