Quarta, 02 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Covid-19: Comissão promove testagem em bairros de Malanje


31 Outubro de 2020 | 18h23 - Actualizado em 31 Outubro de 2020 | 19h02

Vista parcial da Cidade de malanje Foto: Francisco Miúdo

Malanje - A Comissão Multisectorial Provincial de Prevenção e Combate à Covid-19 inicia, terça-feira, a testagem de moradores de 13 bairros da cidade de Malanje com casos positivos, com vista a travar a cadeia de contágio na região, que conta com 121 casos confirmados.


A informação foi avançada, neste sábado, pelo coordenador da subcomissão técnica da saúde de combate à Covid-19, Avantino Sebastião, no final de uma reunião da Comissão Provincial, que visou avaliar o estado epidemiológico da província e traçar estratégias em função do aumento do número de casos.

Sem avançar o número de testes a serem disponibilizados, o responsável assegurou que o processo, a decorrer de forma faseada, vai arrancar no bairro Cafucufucu, tendo em conta os 13 casos até ao momento já notificados e pela facilidade de contágio naquela zona, devido a disposição das residências.

Para além de Cafucufucu, serão ainda testados os bairros Maxinde, que já soma 19 casos, Catepa (16), zona urbana (14), Cangambo (13), Canâmbua (10), Ritondo (7), Vila Matilde (11), Carreira de Tiro e Cazeta (com 2 casos cada), Kizanga e Bananeiras (1 caso cada) e Voanvoala (3).

A fonte sublinhou não haver, por enquanto, necessidade de levantamento da cerca sanitária nos referidos bairros, mas serão apenas interditos por algumas horas para testagem.

O também director do Gabinete Provincial da Saúde disse que as autoridades sanitárias vão reforçar o número de técnicos para fazer face à Covid-19, com a integração de especialistas das Forças Armadas Angolanas.

A par disso, prevê-se aumentar o número de camas no Centro de Tratamento da Covid-19, localizado no bairro Cahala, que dispõe, actualmente, de 45 leitos, assim como o reforço da fiscalização dos controlos sanitários, de modo a evitar a entrada desordenada de cidadãos na província.

Apelou a população a reforçar as medidas de prevenção contra a doença, admitindo que a situação está “descontrolada”, em função da situação geográfica da província.

Avantino Sebastião frisou que Malanje recebeu este mês dois lotes de medicamentos essenciais e material de biossegurança, que estão a ser distribuídos pelas unidades sanitárias dos 14 municípios da província, de modo a evitar ruptura.

Dos 121 positivos, apenas três com sintomatologias leves estão internados no Centro de Tratamento, ao passo que os restantes são assintomáticos e cumprem isolamento domiciliar, sob monitoria dos técnicos de saúde.

Em quarentena institucional estão oito cidadãos e 22 a domiciliar.

Sob acompanhamento estão mais de 500 contactos de casos positivos.