Sábado, 28 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Minea vai levar água a todas regiões do Cuando Cubango


18 Maio de 2018 | 04h34 - Actualizado em 18 Maio de 2018 | 04h34

Luís Filipe da Silva, Secretário de Estado das Águas (Imagem de arquivo Foto: Lino Guimaraes

Menongue - O Ministério da Energia e Águas (Minea) pretende estender, a partir deste ano, o abastecimento de água potável à todas localidades da província do Cuando Cubango, disse nessa quinta-feira o secretário de Estado das Águas, Luís Filipe da Silva.


Luís Filipe da Silva deu essa informação na localidade do Cuelei, 30 quilómetros da cidade de Menongue, durante o acto de lançamento da primeira pedra de construção de 50 sistemas de abastecimento de água, naquela localidade, situada a oeste de cidade de Menongue.

Segundo o responsável, este programa visa levar a água potável e o saneamento básico, junto das residências das populações, com maior realce no interior da província, como nas comunas e aldeias.

Fez saber que o projecto está enquadrado no programa “Água para todos”, será executado em 24 meses e beneficiárá pelo menos 140 mil habitantes.

Acrescentou que dentro do programa existem vários projectos que serão executados ao longo do tempo para que toda população tenha água potável até 2022.

Realçou que as infra-estruturas do programa “Água para todos” são desenvolvidas pelo Minea, mas o Owini - unidade de projectos de água do grupo Mitrelli, responsável pela construção de novos sistemas de abastecimento de água tratada em várias províncias.

Na sua intervenção, o responsável do projecto na província do Cuando Cubango, Pedro Bezerra, disse que o projecto de construção de sistemas de abastecimento de água para todos nesta província, adjudicado à empresa Mitrelli, está avaliado em 74 milhões 230 mil e 16 dólares norte americanos e será executado em 24 meses.

Realçou que, após o lançamento da primeira pedra, serão montados dois estaleiros de apoio às obras, um no município do Cuchi e outro no Cuangar, onde terão duas frentes de trabalho, uma no norte e outra no sul.

Fez saber também que em cada uma das frentes vão trabalhar em três localidades de cada município, para que os trabalhos possam ser desenvolvidos rapidamente, sendo os primeiros municípios Menongue e Cuangar.

Para a localidade do Cuelei, serão construídos todos os sistemas que incluem a captação de água, que na maior parte dos sistemas vão funcionar com água do rio, uma estacão de tratamento de água que faz filtração e a desinfecção da água tornando-a potável.

De igual modo, serão construídos reservatórios de água, um fontenário de quatro torneiras para cada 400 habitantes, balneário com oito chuveiros, lavandaria, e mais quatro torneiras para o uso diverso.

O projecto inclui igualmente a colocação de água em todos os edifícios públicos, como escolas, administrações, hospitais, centros de saúde entre outros.