Quarta, 20 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Militar das FAA morto a tiro na Matala


05 Fevereiro de 2019 | 16h06 - Actualizado em 05 Fevereiro de 2019 | 16h06

Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.


A informação foi avançada hoje, terça-feira, à Angop, pela esposa da vítima, Cristina Dembele, tendo referido que o seu marido saiu de casa, de motorizada, por volta das 21 horas de domingo, e não mais regressou.

Contou que na manhã de segunda-feira recebeu a notícia da morte do marido, que foi baleado por elementos desconhecidos.

Disse que o marido deixa oito filhos órfãos.

Por sua vez, o comandante municipal da Polícia Nacional da Matala, superintendente-chefe Zeferino da Cruz, detalhou que o corpo foi encontrado numas das ruas do bairro Calumbiro, após denúncia de populares.

Salientou que a corporação está a fazer diligências no sentido de identificar e deter os criminosos.

"Os Serviços de Investigação Criminal (SIC) estão a trabalhar para encontrar os culpados e esclarecer o homicídio", acrescentou.

O município da Matala está localizado a 180 quilómetros a leste da cidade do Lubango, capital da província da Huíla.