Terça, 26 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Governo disponibiliza cinco milhões de Kz para premiar jornalistas


10 Abril de 2019 | 15h13 - Actualizado em 10 Abril de 2019 | 15h12

Huíla: Governador provincial, Luís Nunes, durante encontro com jornalistas

Foto: Morais Silva



Lubango - O governo da Huíla disponibilizou cinco milhões de Kwanzas para a retomada do prémio provincial de jornalismo, já em Agosto próximo, cinco anos depois da última realização, revelou hoje (quarta-feira), no Lubango, o governador Luís Nunes, no primeiro encontro com a classe, seis meses depois de ter sido nomeado.


Luís Nunes fez saber que orientou já a criação de comissão, para que se constitua o júri e se revejam os estatutos para a atribuição do prémio.

Sublinhou que a comunicação representa um “aliado imprescindível” para acção governativa, pois é ela que torna pública as acções de quem está no poder.  

Apelou a classe jornalística a publicar assuntos que ajudem a proteger o património público, agindo de forma pedagógica no exercício das suas funções, para que sejam estimuladas práticas que promovam uma cidadania responsável.  

Prometeu ajudar a reabilitar algumas instalações de órgãos públicos, mormente a Angop e o Jornal de Angola, assim como anunciou que existem cem casas disponíveis para jornalistas na primeira fase de distribuição de 800, das oito mil existentes na centralidade da Quilemba, no Lubango.

O encontro, primeiro do género, serviu para ouvir dos jornalistas suas principais preocupações e solicitar responsabilidade na divulgação de conteúdos.

Estiveram presentes, para além do governador, os seus vice-governadores, comandante da polícia e directores provinciais.