Domingo, 17 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Administração denuncia rede de venda ilegal de terrenos


12 Setembro de 2019 | 17h40 - Actualizado em 13 Setembro de 2019 | 10h27

Caxito - A Administração da Comuna da Barra do Dande, província do Bengo, denunciou, nesta quinta-feira, a existência de uma rede de indivíduos que se dedica à venda ilegal de parcelas de terra naquela região.


Segundo o administrador comunal, Óscar Sabino Bangula, que falava à ANGOP, os indivíduos estão identificados e está-se a trabalhar com a Polícia para a detenção dos infractores.

Nesta prática, informou, estão envolvidos presidentes das comissões de moradores e outras individualidades que estão a influenciar a invasão de terrenos do Estado.

Recentemente, a Administração Municipal do Dande, com o apoio da Polícia Nacional, desmantelou um grupo de cidadãos que se dedicava à venda ilegal de terrenos na localidade do Panguila, comuna da Barra do Dande.

O grupo possuía documentos falsos, incluindo memória descritiva e croquis de localização, e foi flagrado a lotear e a distribuir parcelas de terra.

A comuna da Barra do Dande dista a 49 quilómetros a Noroeste da cidade de Caxito e possui pelo menos 217 mil e 929 habitantes, distribuídos em 22 povoações.