Sábado, 28 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Governador do Moxico defende diálogo entre Polícia e cidadão


15 Janeiro de 2020 | 11h44 - Actualizado em 15 Janeiro de 2020 | 12h57

Governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba Foto: kinda kyungu

Lucusse - O governador da província do Moxico, Gonçalves Muandumba, defendeu hoje (quarta-feira), na sede comunal do Lucusse, um diálogo permanente entre a Polícia Nacional (PN) e o cidadão.


Ao falar na 1ª sessão ordinária do Conselho Municipal de Auscultação das Comunidades, o governante admitiu que a realização de encontros de sensibilização e troca de ideias com a população facilita a denúncia de casos criminais, sobretudo de desacatos e arruaças contra as autoridades.

O governador provincial afirmou que se existissem encontros de sensibilização o desacato registado a quatro deste mês no posto policial da comuna do Lucusse, que causou morte a uma criança e um agente da polícia, não teria acontecido.

Solicitou, igualmente, às autoridades tradicionais e religiosas que dialoguem com as crianças, jovens, adultos e idosos nas comunidades, com vista a se preservarem os valores morais, cívicos, culturais e religiosos, bem como a respeitar as leis vigentes no país, evitando justiça por mãos próprias.

Insistiu que o respeito às forças policiais e à administração local vai permitir o cumprimento do programa de policiamento de proximidade.

Para garantir maior segurança e comodidade aos efectivos da PN, o governante disse que as unidades e postos policiais nas sedes municipais e comunais vão beneficiar de obras de restauro.

Por seu lado, o soba Vunda Tomás solicitou maior valorização das autoridades tradicionais e a inscrição dos antigos combatentes para auferirem a sua pensão.

O professor Alberto Benjamim manifestou-se preocupado com a falta de medicamentos, médicos e enfermeiros, no centro de saúde local, solicitando a rápida resolução deste problema, para o bem-estar da população da circunscrição.