Sábado, 28 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Chuva deteriora vida de munícipes no Luquembo


14 Fevereiro de 2020 | 00h57 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2020 | 01h16

Luquembo - Munícipes do Luquembo, na província de Malanje, enfrentam más condição de habitabilidade, causadas por estragos de fortes chuvas que caíram na região nos últimos dias.


Cerca de 18 mil famílias das comunas de Quimbango, Capunda e Cunga Palanga têm as residências inundadas, em consequência das cheias no rio Luando, e ficaram isoladas da sede municipal e do resto da província.

A produção agrícola foi devastada, com realce para as culturas de arroz e mandioca, e o sistema de captação de água potável ficou danificado, o que leva a população a consumir água imprópria.

Após ter visitado esta quinta-feira a zona, o governador Norberto dos Santos prometeu assistir os cidadãos afectados, a partir de sexta-feira, com bens de primeira necessidade, numa missão em que contará com o apoio de barcos a remo e botes da Marinha de Guerra.

Médicos e enfermeiros serão mobilizados para assistência sanitária na região.