Sexta, 04 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Governador do Cuando Cubango contrário ao casamento precoce


08 Maio de 2020 | 19h07 - Actualizado em 08 Maio de 2020 | 19h07

Menongue - O governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, defendeu nesta sexta-feira, em Menongue, o combate ao casamento precoce e ao trabalho infantil nas comunas e aldeias da província.


O governante fez esta declaração quando intervinha na tomada de posse de novos quandros, entre directores de gabinetes, administrador municipal do Cuchi, assessor da vice-governadora para o sector político, social e económico e 17 chefes de departamentos.

Júlio Bessa disse ter conhecimento de casos de casamentos precoces nos municípios, comunas e aldeias da província associados a hábitos e costume tradicionais.

"Alguns aspectos culturais não podem atrapalhar o sonho dos jovens. Vamos lutar contra todas aquelas tradições que atropelem a Constituição e permitem que pessoas sejam desposadas dos seus direitos fundamentais", ressaltou.

Em função desta realidade, Júlio Bessa orientou a nova directora do gabinete provincial da acção social, família e Igualdade do Género, Aida Rosalina, a primar por uma acção pedagógica e sociológica para debelar tais práticas.

Tomada de posse

Tomaram posse, a par da nova directora do gabinete da Acção Social, Família e Igualdade do Género, o novo administrador do Cuchi, Ernesto Cativa, o director provincial dos Transportes, Tráfego e Mobilidade Urbana, Antunes Fernando Huambo, o assessor do gabinete da vice-governadora para o sector político, social e económico, Miguel Tchissingui Américo.

Na ocasião, o governador exortou-os a trabalharem com espírito de coragem e respeitar os interesses do Estado e da Constituição.