Quarta, 25 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Bombeiros registam redução de afogamentos no Bengo


03 Julho de 2020 | 14h24 - Actualizado em 07 Julho de 2020 | 12h50

Salvamento na praia Foto: Pedro Parente/arquivo

Caxito - O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB) da província do Bengo registou 14 afogamentos durante o primeiro semestre deste ano, menos 18 em relação ao igual período de 2019.


Esse dado foi avançado hoje, sexta-feira, à Angop, pelo porta-voz do SPCB da província do Bengo, Manuel Guedes, tendo referido que as causas dos afogamentos foram negligência dos banhistas, por incumprimento das medidas de prevenção em zonas balneares.

No período em análise, referiu, o SPCB resgatou com vida dois cidadãos, que se encontravam em eminência de afogamento no mar, além de 13 cadáveres retirados de rios, mar e vala de irrigação, sendo que as vítimas tinham entre 7 a 60 anos de idade.

Informou que durante o primeiro semestre de 2020, o SPCB registou 82 ocorrências de natureza diversas (menos 14 que o período anterior), sendo 22 incêndios (+2), quatro  acidentes de viação (-19), que resultaram na morte de sete pessoas e o ferimentos de 23 outras, sete derrames de combustível (+6), 16 quedas de árvores (+7), 14 invasões de abelhas (+6) e quatro  inundações (+4).

Manuel Guedes recomendou à população no sentido de observar permanente as medidas que evitem os afogamentos e outros sinistros que colocam em risco a vida humana.