Sexta, 04 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

FGA assume despesas dos feridos do acidente do Zango


07 Agosto de 2020 | 11h12 - Actualizado em 07 Agosto de 2020 | 13h14

Luanda- O Fundo de Garantia Automóvel (FGA) vai assumir as despesas dos feridos do acidente de sexta-feira (31), na Avenida Fidel de Castro Ruz, no distrito urbano do Zango, município de Viana, em Luanda.


O acidente, que causou a morte de três pessoas e o ferimento de cinco outras, aconteceu por volta das 7h30, quando o carro em que fazia serviço de táxi no sentido Benfica/Cacuaco perdeu os travões, e o motorista perdeu o controlo da mesma.

Duas das pessoas atropeladas pela viatura desgovernada morreram no local e cinco gravemente feridas foram levadas para o Hospital Municipal do Zango e o Hospital Geral de Luanda, onde acabou por falecer a terceira vítima.

O carro não possui seguro de responsabilidade civil automóvel, obrigatório em Angola, pelo que a FGA decidiu assumir as despesas dos feridos, já que o condutor do veículo ficou com as dos óbitos.

Neste momento, a FGA está a avaliar o limite dos valores financeiros a serem atribuídos às vítimas, no âmbito do Decreto número 35 sobre o seguro obrigatório de responsabilidade civil automovel, para que o tratamento médico e medicamentoso dos feridos não fique dependente do causador do sinistro. 

Afecta à Agência Angolana de Regulação e Supervisão de Seguros (ARSEG), a FGA é um órgão com personalidade jurídica e autonomia administrativa e financeira, que tem por atribuições o ressarcimento de danos resultantes de acidentes de viação causados por veículos, quando o seu responsável não beneficie de seguro válido ou eficaz.