Quinta, 03 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Governador de Cabinda quer maior contacto com sociedade civil


03 Agosto de 2020 | 16h06 - Actualizado em 03 Agosto de 2020 | 16h03

Vista parcial da Administração Municipal de Cabinda Foto: Joaquina Bento

Cabinda - O governador de Cabinda, Marcos Alexandre Nhunga, pediu aos administradores municipais uma atuação de proximidade com os membros da sociedade civil, com vista a uma gestão transparente nos projetos de desenvolvimento das comunidades.


Marcos Nhunga, que falava, hoje, segunda-feira, no acto de tomada de posse da nova administradora municipal de Cabinda, Helena Marciano, sublinhou que este modelo vai ajudar os administradores municipais a tomarem decisões, em colaboração com a sociedade civil, em prol da melhoria das condições de vida da população.

Referiu ainda que, o município sede de Cabinda, com  65 por cento dos habitantes da província,  deve merecer da parte da administração municipal atenção especial para que os projetos sociais tenham sucesso, sobretudo, no melhoramento do saneamento básico, energia e água, vias de acesso e do parque ambiental.

Falou também dos 65 projectos aprovados para Cabinda no âmbito do PIIM, na sua maioria definidos para o município sede, realçando que devem merecer um acompanhamento rigoroso por parte da administração municipal para o cumprimento dos prazos acordados com as empreiteiras.

Helena Marta Marciano, nomeada na última sexta-feira como nova administradora do município sede de Cabinda, substitui no cargo, José Mangovo Tomé.

O município sede de Cabinda tem uma população estimada em mais de 400 mil habitantes.