Sexta, 27 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Líderes religiosos discutem protecção à criança na Huíla


04 Agosto de 2020 | 16h16 - Actualizado em 04 Agosto de 2020 | 16h29

Huíla: Líderes religiosos em formação Foto: José Filipe

Lubango - Cento e seis líderes de agremiações religiosas participam desde hoje (terça-feira), no Lubango, província da Huíla, numa formação sobre a protecção infantil.


O evento, sob a égide do gabinete provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, em parceria com o da Acção Social, Família e Igualdade de Género, Instituto Nacional da Criança (INAC) e a organização não-governamental World Vision, enquadra-se no pacote de fiscalização da implementação dos 11 compromissos para com a criança.

Trata-se de uma formação que visa reforçar a capacidade de transmissão de informações com base nos programas e projectos das igrejas, com vista a salvaguardar os direitos das crianças na província da Huíla.

Na abertura do certame, o director do gabinete provincial da Cultura, Osvaldo Lunda, considerou pertinente a acção, porquanto vai permitir envolver as igrejas na abordagem de assuntos que visam o desenvolvimento das crianças, tendo em conta os seus hábitos e valores culturais.

Disse esperar que os líderes religiosos ajudem na recolha de contribuições para o reforço da capacidade interventiva do sector e que todos parceiros possam estreitar relações, para bem da criança.

Temas ligados à protecção infantil no quadro dos 11 compromissos da criança e a função positiva da igreja na sociedade face aos hábitos e costumes da região no seio da criança dominam o debate.

O sector da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos na Huíla tem controlado 115 igrejas, 50 dessas são reconhecidas pelo Estado, 34 aguardam reconhecimento para sua legalização e 12 associações religiosas.