Quinta, 03 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Governo investe AKz 18 milhões em centro de emprego


20 Agosto de 2020 | 18h17 - Actualizado em 20 Agosto de 2020 | 18h17

Cuanza Notre: Vista frontal da administração municipal do Golungo Alto Foto: Angop

Golungo Alto - Dezoito milhões de kwanzas foram investidos na construção de um centro de emprego e formação profissional para a juventude, no município de Golungo Alto, província do Cuanza Norte, no âmbito do Programa de Combate à Fome e a Pobreza, soube hoje a ANGOP de fonte oficial.


O equipamento já concluído pela construtora “Sovinhas”, desde Junho de 2018, terá capacidade para 50 formandos,  e prevê iniciar as actividades no próximo mês de Setembro.

Em declarações hoje à imprensa, o presidente do conselho de administração (PCA) da Sovinhas, Domingos Joaquim de Barros, referiu que a estrutura está concluída e apetrechada e possui um restaurante, salão de beleza, sala de corte e costura, área  electrónica equipadas com material tecnológico de ponta voltado à formação dos jovens.

Por seu turno, a administradora municipal de Golungo Alto, Teresa da Costa, referiu que o equipamento foi construido para contribuir na formação e integração social da juventude da região.

Segundo a responsável, além da formação, o centro vai também incentivar os empresários e outros agentes económicos que pretendam  investir no município, no sentido de ajudá-los a encontrar e absorver a mão-de-obra qualificada e na criação de emprego para os jovens locais.

Fez saber que a instituição vai contar com uma base de dados para o cadastramento de jovens desempregados com formação profissional para ajudar a inserí-los no mercado de trabalho.

A província do Cuanza Norte dispõe de 16 centros de formação profissional, sendo nove públicos e tutelados pelo Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (Inefop) e sete privados, dois dos quais pertencentes à congregação católica Dom Bosco, nos municípios de Cazengo, Ambaca, Cambambe, Golungo Alto, Quiculungo e Samba Cajú.

O município de Golungo Alto localiza-se a 56 quilometros de Ndalatando, sede capital da província do Cuanza Norte, controla 33 mil e 834 habitantes, na sua maioria camponesa, distribuídos pelas comunas da Cerca, Kiluange e Cambondo.