Terça, 01 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Covid-19: Rádio Lobito doa bens alimentares


07 Outubro de 2020 | 18h25 - Actualizado em 07 Outubro de 2020 | 18h25

Cidade do Lobito, na província de Benguela Foto: Pedro Parente

Lobito - Quarenta e nove famílias vulneráveis, residentes em casebres edificados no mangal do bairro da Caponte, Lobito, província de Benguela, beneficiaram hoje, quarta-feira, de cestas básicas e material de biossegurança, doados pela Rádio Lobito.


De acordo com o chefe de produção daquela estação emissora, Edson Santos, trata-se de alguma quantidade razoável de arroz, bolacha e sumos, bem como  caixas de lixívia, sabão, mosquiteiros e preservativos

Referiu que esta acção filantrópica enquadra-se nas comemorações do 45º aniversário do grupo Rádio Nacional de Angola (RNA), assinalado em todo o país no passado dia cinco deste mês.

O jornalista assegurou a continuação de acções do género, com o objectivo de minimizar as dificuldades que as famílias enfrentam, sobretudo, nesta fase de crise agravada pela pandemia da Covid-19, que está a influenciar negativamente na vida das pessoas.

O coordenador das 49 famílias, Pedro Jamba, agradeceu o gesto da Rádio Lobito em nome da comunidade, aproveitando para apelar a outras organizações no sentido de empreenderem mais acções de caridade.

A comunidade que habita na zona do mangal, apontou, enfrenta dificuldades de vária ordem e algumas doenças, com destaque para a malária, já que o local é um grande viveiro de mosquitos.

Fez saber ainda que dispõem apenas de um reservatório de cinco mil litros de água para as suas necessidades e a maioria dos jovens tem como recurso a lavagem de carros para a sustentabilidade das suas famílias.